Arte Pública

logo

A arte como instrumento de inclusão social – é este o mote do programa Arte Pública Fundação EDP.

Orientado para territórios de baixa densidade populacional em todo o País, este projeto visa o acesso à arte e o envolvimento da população em novas experiências culturais, bem como estimular o desenvolvimento local através da realização de obras de arte pública em meios rurais. 

Com curadoria da Fundação EDP, os artistas são convidados a desenvolver um processo de colaboração com as populações locais, motivando-as a participar em assembleias comunitárias para discussão das propostas de intervenção artística a realizar em espaço público (fachadas de edifícios, muros, posto de transformação da EDP Distribuição, etc.)

O projeto prevê parcerias com instituições oficiais e coletividades locais ligadas às artes. Estes parceiros são convidados a colaborar desde a fase inicial dos projetos à sua concretização, com o objetivo de apoiarem também a dinamização e divulgação dos roteiros de arte pública criados a nível local.

"O programa Arte Pública Fundação EDP visa ocupar a rua com uma arte pensada e feita em comum, colaborativa e directa sem ser simples, com intencionalidade social, animando as comunidades que a acolhem, integrando um circuito público directo, fazendo parte integrante da paisagem de um lugar, uma arte comum a esse lugar", detalha João Pinharanda, curador desta iniciativa. 

Iniciado em 2015, o projeto está já presente em 40 localidades - no Algarve, Alentejo, Ribatejo, Médio-Tejo e Trás-os-Montes e Alto Douro. Em 2019, estende-se a Braga, no Minho, e ao Fundão, em Castelo Branco.

Xana, Alexandre Farto aka Vhils, Luís Silveirinha, Manuel João Vieira, Mariana A Miserável e Menau são alguns dos mais de 35 artistas que assinam as mais de 80 intervenções realizadas no terreno. 

Concluído o projeto em cada núcleo, a Fundação EDP publica um roteiro com o mapa das intervenções realizadas e respetivos artistas. Estes roteiros são oferecidos às entidades locais como uma ferramenta de comunicação deste património de arte pública. Todos os roteiros são também disponibilizados no site da Fundação EDP, para download livre. 

OS NÚCLEOS:

ALGARVE: projeto WATT?

LOCALIDADES:
VILA DO BISPO
BARÃO DE SÃO JOÃO
SÃO BARTOLOMEU DE MESSINES
MEXILHOEIRA GRANDE
FIGUEIRA
ALTE
ALPORTEL

 

ARTISTAS: 
JORGE PEREIRA
MARIANA A MISERÁVEL
MENAU
PADURE
SUSANA GAUDÊNCIO
TIAGO BATISTA
XANA

Projecto Watt
Fotografia: LAC (Laboratório de Actividades Criativas na região do Algarve)

ALENTEJO: projeto Mayor.art

LOCALIDADES:
CAMPO MAIOR
OUGUELA
DEGOLADOS

 

ARTISTAS: 
LUÍS SILVEIRINHA
ANDRÉ CALADO aka NADA
LUÍS MANAGEM aka ORPHÃO
ANDRÉ CLÉRIGO

nada
Fotografia: Paulo Alexandre Coelho

RIBATEJO: projeto UniArt

LOCALIDADES: 
VILA DA MARMELEIRA
ASSENTIZ
SÃO JOÃO DA RIBEIRA
RIBEIRO DE SÃO JOÃO

ARTISTAS: 
JOÃO SEGURO
SAMINA
ALECRIM
DESEJOS URBANOS (PRISCILLA BALLARIN)

Projecto UniArt
Fotografia: Paulo Alexandrino

TRÁS-OS-MONTES: projeto Voltagem

LOCALIDADES:
ALFÂNDEGA DA FÉ
TORRE DE MONCORVO
MIRANDA DO DOURO
MOGADOURO

 

ARTISTAS: 
GABRIELA VAZ PINHEIRO
NUNO PIMENTA
R2 DESIGN
SOFIA BORGES
FAHR 021.3
CRISTINA MATEUS
FERNANDO JOSÉ PEREIRA
GONÇALO MAR
PEDRO ALMEIDA
MIGUEL SCHRECK
RICARDO SANTOS
JOSÉ PEREIRA
DRAW
GODMESS
HAZUL
LÉRIAS ASSOCIAÇÃO CULTURAL
ALUNOS DO MESTRADO EM ARTE E DESIGN PARA O ESPAÇO PÚBLICO DA FBAUP
UNIVERSIDADE SÉNIOR DE ALFÂNDEGA DA FÉ
ALUNOS DA EB 2/3 DE ALFÂNDEGA DA FÉ

Projeto Voltagem
Fotografia: Ricardo Castelo

MÉDIO TEJO: projeto Artejo

LOCALIDADES:
VILA NOVA DA BARQUINHA
TANCOS
PRAIA DO RIBATEJO
ATALAIA

ARTISTAS: 
ALEXANDRE FARTO aka VHILS
MANUEL JOÃO VIEIRA
VIOLANT
CARLOS VICENTE
ALUNOS DO CENTRO DE ESTUDOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA (CEAC) E DA ESCOLA D. MARIA II

Pintura mural
Fotografia: Pérsio Basso

MINHO: PROJETO ENERGIZARTE

LOCALIDADES:

CRESPOS E POUDASA
PADIM DA GRAÇA
MERELIM (SÃO PAIO)
PANÓIAS E PARADA DE TIBÃES
PALMEIRA

 

ARTISTAS:

JOÃO MARTINHO MOURA
JOSÉ PEDRO SANTOS
SEBASTIÃO PEIXOTO
ALUNOS DO IPCA

 

Rapariga a pintar muro

 

 

O projeto ENERGIZARTE, integrado no programa Arte Publica Fundação EDP, decorre em várias freguesias no concelho de Braga 

As assembleias comunitárias iniciaram no primeiro semestre de 2019 e em setembro começaram os trabalhos no muro da praia fluvial de Merelim trabalhados por alunos da Escola Superior de Design do IPCA - Instituto Politécnico do Cávado. Segue-se o posto de transformação da EDP Distribuição Bracara Augusta, em Palmeira, pelo artista Sebastião Peixoto.

O projeto ENERGIZARTE conta ainda com intervenções de João Martinho Moura e José Pedro Santos. Ao todo serão realizadas nove intervenções.

BEIRA BAIXA: projeto Fund'Arte

LOCALIDADES:
ALCARIA
CAPINHA
PÊRO VISEU
VALE PRAZERES

 

ARTISTAS: 
FRED ARANHA
GUGA LUIZZI
JOANA VALADÃO
MARIANA SANTOS

 

 

foro de uma obra em capinha
Fotografia: Miguel Proença

 

Na Beira Beixa, o programa Arte Pública foi desenvolvido no concelho do Fundão em parceria com o autarquia local. As freguesias selecionadas para receber as 10 intervenções artísticas foram Capinha, Pêro Viseu, Vale Prazeres e Alcaria. As assembleias comunitárias, que convidaram ao envolvimento da população, decorreram em julho e setembro de 2019.