Servitudes - Circuits (Interpassivities)

 

Curadoria Pedro Gadanho e Irene Campolmi

16 de Maio - 02 de Setembro

Galeria Oval

Usando a arquitetura expositiva como um medium que dialoga com projeções de vídeo, o artista dinamarquês Jesper Just transforma a Galeria Oval num par de espaços emocionais habitados por personagens fugazes que refletem a condição humana na era presente, numa intervenção site-specific.

Através do som, de estruturas construídas e da desconstrução de imagens em movimento, o artista altera a perceção e a fisicalidade dos espaços de exposição, obstruindo o fluxo habitual dos visitantes do Museu. Esta abordagem performativa obriga o visitante a ajustar-se a condições inesperadas, testando ideias de agenciamento, de autoconsciência e dos limites do corpo.

Numa colaboração com o Kunsthal Charlottenborg de Copenhaga, Servitudes – Circuits (Interpassivities) combina e reencena duas peças inter-relacionadas da produção recente do artista: Servitudes, uma vídeo instalação de oito canais apresentada pela primeira vez em 2015 no Palais Tokyo, e Circuits (Interpassivities) , uma peça multimédia aqui apresentada pela primeira vez num contexto de museu, depois da sua apresentação inicial na galeria do artista na Dinamarca.

O artista e os curadores agradecem à Ny Carlsberg Foundation, Kunsthal Charlottenborg, Galerie Perrotin e Galerri Nicolai Wallner.

No âmbito da exposição, será publicado o livro Servitudes - Circuits (Interpassivities), generosamente apoiado pela Ny Carlsberg Foundation, Kunsthal Charlottenborg e pelo MAAT, que inclui contributos da PERFORMA e Galleri Nicolai Wallner. O livro é editado pela curadora Irene Campolmi e publicado pela Mousse Publishing.

 

13 Maio 2019