Fundação EDP doa equipamentos pediátricos a cinco hospitais


Hospital Dr. Fernando Fonseca (Amadora-Sintra), Hospital Dona Estefânia, Centro Hospitalar do Algarve, Centro Hospitalar Tâmega e Sousa e Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia-Espinho. Estes cinco hospitais do Serviço Nacional de Saúde estão a ser alvo da intervenção da Fundação EDP, no âmbito do Programa de Apoio Pediátrico a decorrer em 2015. Uma iniciativa através da qual a Fundação EDP quer contribuir para a melhoria da intervenção clínica pediátrica a nível nacional, aumentando a eficiência das ações médicas e o bem-estar dos utentes e respetivos familiares.

Tendo em consideração a fragilidade do tecido social na saúde pública pediátrica, a reabilitação de instalações e as doações de equipamentos técnicos agora realizadas respondem a necessidades concretas prioritárias identificadas pelo Ministério da Saúde e representam um investimento de cerca de 900 mil euros.

Este é o segundo programa de doação de equipamento hospitalar da Fundação EDP. O primeiro decorreu em 2013, com a doação de equipamento oncológico, bens e remodelação de espaços em quatro hospitais públicos - IPO de Lisboa, Hospital Garcia de Orta em Almada, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e no Hospital de Santo António no Porto - num investimento de cerca de 1 milhão de euros.

Pela sua intervenção na área da inclusão social pela Saúde, a Fundação EDP recebeu em abril de 2015 a Medalha de Serviços Distintos do Ministério da Saúde.
 

Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca (Amadora-Sintra):

A este hospital a Fundação EDP doou um ventilador neonatal e pediátrico e um ecógrafo multidisciplinar. Estes dois equipamentos irão permitir dar uma resposta mais eficaz às cerca de 55 mil crianças que aí recorrem anualmente ao serviço de urgências.
O ecógrafo multidisciplinar, que ficará instalado na unidade de cuidados intensivos, irá permitir detetar precocemente algumas patologias infantis sem que as crianças tenham que se deslocar ao serviço de pediatria. O ventilador neonatal ficará também alocado aos cuidados intensivos pediátricos, de forma a permitir uma atuação mais rápida em situações de insuficiência respiratória.


Hospital D. Estefânia:

Ao Hospital Dona Estefânia a Fundação EDP e Fundação Claude e Sofia Marion doaram um conjunto de equipamentos, entre os quais uma unidade retinográfica digital computorizada (Retcam), um microscópio operatório para oftalmologia, dois vídeos gastroscópios e um vídeo colonoscópio. 
O Hospital Dona Estefânia é a Unidade de Gastrenterologia Pediátrica que efetua o maior número de consultas e exames endoscópicos do país (realiza em média 5800 consultas/ano, e cerca de 800 exames endoscópicos). Os endoscópios doados são adequados para serem utilizados em crianças muito pequenas, diminuindo o desconforto do exame. Apresentam qualidades inovadoras de imagem em HD que possibilitam uma melhor deteção de lesões, permitindo um tratamento mais eficaz. 
O equipamento oferecido à área de oftalmologia é uma mais-valia significativa para o tratamento das crianças com problemas, especialmente as que apresentam alterações congénitas. 
O Retinógrafo pediátrico, que até à data não existia no hospital, é imprescindível para o diagnóstico, seguimento e avaliação do efeito terapêutico em múltiplas situações, nomeadamente na Retinopatia do Prematuro, tumores, lesões traumáticas e outras patologias que possam afetar o olho do bebé.


Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia-Espinho:

A este hospital a Fundação EDP ofereceu um conjunto de equipamentos como um electroemonitor de encefalograma, um ventilador neonatal, um monitor de sinais vitais, um laser para fetoscopia, um ecógrafo com sonda abdominal, um aparelho de estudo do sono e um monitor CO2 transcutâneo com trolley.
 

Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa

Foram doadas duas incubadoras neonatais para a Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, que substituirão equipamentos já com mais de 15 anos e que permitirão prestar melhores cuidados à população.O CHTS serve uma população com cerca de 500 mil habitantes e tem uma das maiores maternidades do país. A Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais do Hospital Padre Américo, em Penafiel, recebe grávidas com idade gestacional a partir das 28 semanas.
 

Centro Hospitalar do Algarve

A Fundação EDP ofereceu obras que visam reabilitar e humanizar a enfermaria pediátrica do Centro Hospitalar do Algarve. Doou também um ventilador neonatal e pediátrico para a Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos do Hospital de Faro. As intervenções estruturais realizadas permitiram modernizar o espaço do internamento pediátrico, cuja construção original data de 1979. Com uma média anual de aproximadamente mil internamentos, o hospital oferece agora mais condições para os bebés, crianças e jovens que tenham necessidade de ficar internados no hospital de Faro.

05 Maio 2015