Grande Prémio Fundação EDP Arte 2013

2013
Ana Jotta

Júri
António Mexia
José Gil
Frédéric Paul
Gloria Moure 
Helena Barranha
João Fernandes
João Pinharanda 

Ana Jotta é a grande vencedora da edição de 2013 do Grande Prémio Fundação EDP Arte.

O júri destacou “a sua constante inventividade que lhe dá um sentido contemporâneo marcante”. “Na sua obra há um humor e uma impertinência que questionam e lhe dão uma permanente atualidade. Nesse aspeto, ela será certamente explorada pelas gerações mais novas. A diversidade do seu trabalho, longe de ser um sinal de ecletismo, é a afirmação de uma multiplicidade e de uma complexidade singulares.”

Biografia

Ana Jotta

Ana Jotta nasceu em 1946 em Lisboa, onde vive. Frequentou a Faculdade de Belas-Artes de Lisboa e a École des Arts Visuels et d’Architecture de l’Abbaye de la Cambre, em Bruxelas.

Após um período em que se dedicou ao teatro (1969-80), a sua atividade focou-se nas artes visuais, explorando diversas disciplinas como desenho, pintura, escultura, fotografia, instalação, som e escrita.

Desde o princípio dos anos 90, tem sido uma presença assídua em feiras de arte, como a ARCO e a Art Brussels. Em 2005, realizou uma exposição retrospetiva no Museu de Serralves intitulada Rua Ana Jotta: retrospetiva. Em 2012, integrou a exposição Riso no Museu da Eletricidade, em Lisboa.

A sua obra está presente em várias coleções públicas e privadas de entidades como Fundação EDP, o Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, a Fundación ARCO, a Fundação Luso-Americana e a Fundação de Serralves.

Série B, 1983 (Coleção de Arte da Fundação EDP)