Joana Escoval

Joana Escoval nasceu em Lisboa em 1982. Estudou Pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e na Accademia di Belle Arti di Firenze. Viveu na Madeira, em Florença e em Berlim. Foi distinguida na edição 2012 do Prémio BES Revelação e bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian e da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento em 2013. Participou em diversas residências: Eira 33, Lisboa 2007; Halfhouse, Barcelona, 2011; RU – Residency Unlimited, Nova Iorque, 2013-14; Fiorucci Art Trust, Stromboli, 2015. 
Das exposições que integrou destacam-se: O sol morre cedo/ The sun will die soon, Pavilhão Branco, Lisboa, 2009; BES Revelação, Museu da Serralves, Porto, 2012 e The Sound, Museu Nogueira da Silva, Braga, também em 2012; Europe, Europe(curadoria de Hans Ulrich Obrist, Thomas Boutoux e Gunnar Kvaran), Astrup Fearnley Museet, Oslo, 2014; Le Lynx ne connaît pas de fronteires/ The Lynx knows no boundaries (curadoria de Joana Neves), Foundation d’entreprise Ricard, Paris em 2015. 
Apresentou o seu trabalho individualmente: Onde no mundo inteiro/ Where in the entire world, Tapada das Necessecidades, Lisboa, 2010; De tempos a tempos a terra treme/ De temps en temps la terre tremble, Galeria Baginski, Lisboa, 2011; Outlaws in Language and Destiny, Parkour, Lisboa, 2013; Whirlpools Galeria Vera Cortês, Lisboa, 2014.
Vive e trabalha em Lisboa.