Arte Pública

logo

A arte como instrumento de inclusão social – é este o mote do programa Arte Pública Fundação EDP.

Orientado para territórios de baixa densidade populacional em todo o País, este projeto visa o acesso à arte e o envolvimento da população em novas experiências culturais, bem como estimular o desenvolvimento local através da realização de obras de arte pública em meios rurais. 

Com curadoria da Fundação EDP, os artistas são convidados a desenvolver um processo de colaboração com as populações locais, motivando-as a participar em assembleias comunitárias para discussão das propostas de intervenção artística a realizar em espaço público (fachadas de edifícios, muros, posto de transformação da EDP Distribuição, etc.)

O projeto prevê parcerias com instituições oficiais e coletividades locais ligadas às artes. Estes parceiros são convidados a colaborar desde a fase inicial dos projetos à sua concretização, com o objetivo de apoiarem também a dinamização e divulgação dos roteiros de arte pública criados a nível local.

"O programa Arte Pública Fundação EDP visa ocupar a rua com uma arte pensada e feita em comum, colaborativa e directa sem ser simples, com intencionalidade social, animando as comunidades que a acolhem, integrando um circuito público directo, fazendo parte integrante da paisagem de um lugar, uma arte comum a esse lugar", detalha João Pinharanda, curado desta iniciativa. 

Iniciado em 2015, o projeto está já presente em 40 localidades - no Algarve, Alentejo, Ribatejo, Médio-Tejo e Trás-os-Montes e Alto Douro.

Xana, Alexandre Farto aka Vhils, Luís Silveirinha, Manuel João Vieira, Mariana A Miserável e Menau são alguns dos mais de 35 artistas que assinam as 79 intervenções realizadas no terreno. 

Concluído o projeto em cada núcleo, a Fundação EDP publica um roteiro com o mapa das intervenções realizadas e respetivos artistas. Estes roteiros são oferecidos às entidades locais como uma ferramenta para estas potenciarem a divulgação deste seu novo património de arte pública. Todos os roteiros são também disponibilizados no site da Fundação EDP, para download livre. 

OS NÚCLEOS:

ALGARVE: projeto WATT?

LOCALIDADES:
VILA DO BISPO
BARÃO DE SÃO JOÃO
SÃO BARTOLOMEU DE MESSINES
MEXILHOEIRA GRANDE
FIGUEIRA
ALTE
ALPORTEL

 

ARTISTAS: 
JORGE PEREIRA
MARIANA A MISERÁVEL
MENAU
PADURE
SUSANA GAUDÊNCIO
TIAGO BATISTA
XANA

Projecto Watt
Fotografia: LAC (Laboratório de Actividades Criativas na região do Algarve)

ALENTEJO: projeto Mayor.art

LOCALIDADES:
CAMPO MAIOR
OUGUELA
DEGOLADOS

 

ARTISTAS: 
LUÍS SILVEIRINHA
ANDRÉ CALADO aka NADA
LUÍS MANAGEM aka ORPHÃO
ANDRÉ CLÉRIGO

nada
Fotografia: Paulo Alexandre Coelho

RIBATEJO: projeto UniArt

LOCALIDADES: 
VILA DA MARMELEIRA
ASSENTIZ
SÃO JOÃO DA RIBEIRA
RIBEIRO DE SÃO JOÃO

ARTISTAS: 
JOÃO SEGURO
SAMINA
ALECRIM
DESEJOS URBANOS (PRISCILLA BALLARIN)

Projecto UniArt
Fotografia: Paulo Alexandrino

TRÁS-OS-MONTES: projeto Voltagem

LOCALIDADES:
ALFÂNDEGA DA FÉ
TORRE DE MONCORVO
MIRANDA DO DOURO
MOGADOURO

 

ARTISTAS: 
GABRIELA VAZ PINHEIRO
NUNO PIMENTA
SOFIA BORGES
R2 DESIGN
FAHR 021.3
ALUNOS DO MESTRADO EM ARTE E DESIGN PARA O ESPAÇO PÚBLICO
CRISTINA MATEUS
FERNANDO JOSÉ PEREIRA
MAR
PEDRO ALMEIDA
MIGUEL SCHRECK
RICARDO SANTOS

Projeto Voltagem
Fotografia: Ricardo Castelo

MÉDIO TEJO: projeto Artejo

LOCALIDADES:
VILA NOVA DA BARQUINHA
TANCOS
PRAIA DO RIBATEJO
ATALAIA

ARTISTAS: 
ALEXANDRE FARTO aka VHILS
MANUEL JOÃO VIEIRA
VIOLANT
CARLOS VICENTE
ALUNOS DO CENTRO DE ESTUDOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA (CEAC) E DA ESCOLA D. MARIA II

Projeto ARTEJO
Fotografia: Marta Poppe