Exposições

Realismo Confortável

Alcino Soutinho

31 outubro a 28 dezembro 2014

Porto

Galeria Fundação EDP Porto



Um ano após a sua morte, a Galeria Fundação EDP apresenta 
Alcino Soutinho Realismo Confortável que mostra alguns dos projetos mais marcantes deste arquiteto que marcou a Escola do Porto e a arquitetura Portuguesa.

 

 

Alcino Soutinho Realismo Confortável é a primeira grande exposição dedicada à obra do Arquiteto Alcino Soutinho (1930-2013), uma das figuras de maior influência na arquitetura portuguesa dos últimos 35 anos.

Durante décadas, foi autor de centenas de manufactos e responsável pela formação de centenas de alunos que, entre 1972 e 1999 (na ESBAP, depois FAUP), tiveram o privilégio de assistir e participar nas suas aulas.

A par da arquitetura, Alcino Soutinho desenvolveu uma vertente cívica ativa e participativa, pela liberdade e democracia, estando entre os protagonistas de um novo Portugal pós-revolucionário.

Nesta exposição, com a curadoria do arquiteto italiano Roberto Cremascoli, serão apresentados textos, desenhos, esquissos, serigrafias, fotografias, maquetas, vídeos, mobiliário, trabalhos figurativos e depoimentos em vídeo de amigos e colegas. A exposição mostra a vasta obra de Alcino Soutinho em todas as suas vertentes: arquitetura, design, arte figurativa, ensino e ativismo.

Dos 140 projetos de arquitetura, estão representados de forma ampla e exaustiva um conjunto de projetos emblemáticos concebidos em cada uma das décadas: Monumento aos Calafates – Porto (1959, coautoria com Álvaro Siza, Augusto Amaral e Lagoa Henriques); Habitações Económicas no âmbito da Federação de Caixas de Previdência – Bragança, Santo Tirso e Amarante (1965); Museu Municipal Amadeo Souza-Cardoso – Amarante (1972); S.A.A.L. – Bairro da Maceda – Porto (1974); Centro Cívico de Matosinhos (1980); Casa Pinto Sousa – Ofir (1984); Quinta das Sedas, Lote 1 e 2 – Matosinhos (2000); Biblioteca Municipal Manuel Alegre – Águeda (2000) e Museu do Neorrealismo – Vila Franca de Xira (2000).

Patente em três espaços diferentes - Galeria Fundação EDP, Casa-Museu Guerra Junqueiro e Edifício BPI na Boavista - a exposição desenvolve-se  em sete núcleos: Formação/ Estudante ’50; Viagem a Itália/ Viajante ’60; Em Campo/Participante ’70; A Escola/ Professor ’80; Dentro da Arquitetura/ Arquiteto ’90; Desenhar o Conforto/ Designer ’00; De lápis na mão/ Artista ’13.

 

de 31 de outubro a 28 de dezembro de 2014 na Galeria Fundação EDP do Porto e no Edifício BPI da Boavista

de 31 de outubro a 30 de novembro de 2014 na Casa-Museu Guerra Junqueiro